terça-feira, 17 de outubro de 2017

Malandros X Pilantras

Viana Visão
Vejam que presente recebi hoje! Considero um uma estupida sacanagem... Mas depois da suruba do salafrário Jucá nada é novidade, é necessário roubar o povo espoliado em seus direitos... Pois todos sabemos que somos meros escravos, comandados por quadrilhas palacianas... Eles sabem, que a grande maioria  destes país não passa de otários desinformados e acomodados nos direitos cercilhados pelos poderes públicos podres... O Brasil tem uma carga tributária muito alta, para pagar a maior quadrilha governamental do planeta terra... A maior corrupção do mundo, Fico a pensar o que pensa os governantes,  dos países que recebe os ladrões do Brasil, em viagens diplomáticas pomposamente atribuídas a busca de entendimento no setor de investimentos... Chega a ser constrangedor, responder se é seguro comprar fazenda no Brasil... Será que existe o risco de desapropriação por parte do governo? Respondo a verdade sim! Eles podem fazer o que bem entendem, o Brasil é governado por quadrilhas eleita pelo povo... O sistema administrativo é podre, é constrangedor essas perguntas mais é a realidade do Brasil emporcalhado... Observe a carga tributaria com dados do banco mundial, tudo isto para manter o sistema criminal das excelências governamentais... Somos 208 milhões de Brasileiros, sendo ludibriados por 600 políticos mão leve de Brasília...Não tem país que aguenta, os salafrários vivem com mordomias fantásticas... Estou curioso é que não se fala na divida interna e externa, deve ser o maior buraco da historia deste sucateado Brasil... Pesquise os números da maior sacanagem, quem trabalha e desconhece a realidade tributaria... Um vergonha se é que eles conhece a palavra:

                                                                            CORRUPÇÃO & IMPOSTOS
São Paulo – O nível dos impostos continua sendo a maior dificuldade para fazer negócios no Brasil, de acordo com a última edição do relatório de competitividade do Fórum Econômico Mundial.
A corrupção pulou do 3º para o 2º lugar na comparação com a pesquisa anterior, o que não surpreende considerando que o Brasil ficou em último lugar mundial em confiança na classe política. Fonte. Revista Exame